FANDOM


William-Adolphe Bouguereau Biblis

Bíblis, de William-Adolphe Bouguereau (1884)

Bíblis (do grego Βυβλίς, Byblis, diminutivo de byblos, "papiro") era, através do pai Mileto, uma bisneta do rei Minos ou, conforme outra versão sua neta. O nome da mãe varia conforme as versões: teria sido Cianéia, filha do rei Meandro, ou Tragásia, filha de Celeno ou ainda Idotéia, filha de Êurito.

Apaixonada pelo irmão gêmeo Cauno, Bíblis fez que este, horrorizado, abandonasse sua cidade de Mileto e fugisse para a Cária, onde fundou a cidade que lhe herdou o nome.

Enlouquecida de dor, saudade e desejo pelo irmão, Bíblis vivia errante, percorrendo toda a Ásia Menor. Por fim, em seu desvario, reslveu precipitar-se do alto de um rochedo, mas as ninfas apiedaram-se da infeliz e transformaram-na em fonte inaxaurível como as lágrimas alimentadas pelo amor impossível da jovem milésia.

Uma variante altera os dados do mito: foi Cauno quem se perdeu de desejos pela irmã e, por isso mesmo, abandonou Mileto e Bíblis, envergonhada, se enforcou.

Em memória de Bíblis, seu nome teria sido dado a duas cidades: Bíblis, na Cária e Biblos, na Fenícia.

Referências Editar

  • Junito de Souza Brandão, Dicionário Mítico-Etimológico da Mitologia Grega, Vozes, Petrópolis 2000.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória