FANDOM


Krokotas

Crocota, em desenho de estudantes do Departamento de Ilustração e Arte do Livro da Escola Vakalo de Arte e Design, em Atenas

A crocota (crocotta, corocotta, crocuta ou yena em inglês) é um animal descrito por Plínio, o Velho, como um animal da Etiópia (África) que parece o resultado de um cruzamento de um cão com um lobo. Pode mastigar qualquer coisa com seus dentes, engoli-la instantaneamente e digeri-la com seu estômago.

A descrição de Plínio é baseada em Ctésias, médico da corte de Artaxerxes que citou um animal chamado kynolykos ("cão-lobo", traduzido como canilupus em latim) como parte da fauna da Índia. Esse animal também é citado por Heródoto.

Os bestiários medievais freqüentemente deixam de lado a crocota, que tendem a confundir com a leucrocota, também descrita por Plínio, ou então a identificam com a hiena.

Johann Erxleben, naturalista do século XVIII, seguiu esta tradição ao dar o nome científico de Crocuta crocuta à hiena-malhada, a maior das espécies de hiena. Entretanto, essa espécie existe apenas ao sul do Saara. Tanto Ctésias quanto Plínio teriam maior probabilidade de terem ouvido falar da hiena-listrada (Hyaena hyaena), algo menor, que é encontrada no Norte da África, Oriente Médio e Índia e ocasionalmente também na Anatólia.

Veja também Editar

Leucrocota

Referências Editar

  • Jorge Luís Borges, O Livro dos Seres Imaginários: Crocota e Leucrocota [1]
  • Plínio, o Velho, História Natural, livro VIII [2]

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória