FANDOM


Underworldgreek

Deuses e daimones do submundo grego

Os deuses ctônicos (do grego χθόνιος, khthonios, "da terra", de khthōn, "terra"), são os que estão relacionados ao submundo, principalmente na mitologia grega.

O termo grego khthon é um entre vários que podem ser traduzidos por "terra", mas geralmente é usado para se referir ao interior do solo, mais que à superfície onde se vive (designada por gaia ou ge ) ou à terra enquanto território (χώρα, khora). Evoca tanto a abundância quanto o túmulo. Os deuses ctônicos geralmente estão relacionados à fertilidade da terra, à existência além-túmulo e à metempsicose ou reencarnação, para os cultos que nela acreditavam.

Culto ctônico Editar

Os deuses ctônicos se distinguiam mais notadamente dos deuses olímpicos pela maneira como eram cultuados. Os sacrifícios geralmente eram realizados à noite (e aos olímpicos, de dia) e o animal a ser sacrificado geralmente era colocado em um bothros ("cova") ou megaron ("câmara subterrânea"), raramente em um bomos ("altar") elevado, como se fazia aos olímpicos. Um caso especial eram os sacrifícios à deusa ctônica Hécate, realizados nas encruzilhadas. As oferendas de carne em geral eram totalmente queimadas ou enterradas, em vez de ser assadas e compartilhadas entre os adoradores.

Alguns deuses olímpicos, como Zeus e Hermes, também eram cultuados sob um aspecto ctônico. Outro caso especial é o da deusa ctônica Perséfone, freqüentemente cultuada junto à mãe olímpica Deméter, ou no seu aspecto olímpico de Coré (quando vem à superfície).

A maioria dos heróis e semideuses recebiam cultos ctônicos, com exceção de Héracles e Asclépio, que também eram adorados como olímpicos.

Deuses ctônicos Editar

Os principais deuses ctônicos eram:

  • Hades, o rei e senhor do submundo, que também recebe seu nome
  • Perséfone ou Coré, esposa e rainha do Hades
  • Hécate, considerada ministra de Hades
  • Moiras, deusas do destino e ministras de Hades
    • Cloto, a que fia o fio da vida da sua roca para seu fuso
    • Láquesis, a que mede o fio com sua vara
    • Átropos, a que corta o fio quando seu comprimento está adequado
  • Zeus Ctônio, salvador dos mortos, freqüentemente identificado com Hades
  • Hermes Ctônio, guia (psicopompo) dos mortos que levava as sombras a seu repouso no Hades
  • Cronos, pai de Zeus, segundo algumas versões libertado do Tártaro e nomeado rei das ilhas para onde vão as almas dos bem-aventurados
  • Macária, filha de Hades e Perséfone, deusa dos mortos abençoados, isto é, iniciados nos mistérios de Elêusis
  • Cabiros, filhos de Hefesto cultuados nos mistérios da Samotrácia
  • Erínias, deusas da vingança e da retribuição, que trazem sofrimento e loucura aos que violam as leis divinas, levam a fome e a seca às nações e punem as almas dos mortos que ofenderam os deuses.
  • Érebo, deus da escuridão, cujas brumas rodeiam o submundo e preenchem os vazios da Terra.
  • Nix, a deusa da noite.
  • Hipnos, deus do sono, filho de Nix, cujo reino fica nas fronteiras do Hades.
  • Tártaro, deus do abismo sob a Terra, no qual são aprisionados os piores inimigos dos deuses, como os titãs.
  • Estige, "ódio", deusa do rio negro como piche que circunda o reino dos mortos e pelo qual o juramento é o mais sério.
  • Aqueronte, "dor", deus do rio de águas salobras que marca a fronteira do Hades e que as sombras devem atravessar, levadas pelo barqueiro Caronte.
  • Cocito, "lamentação", deus-rio das lágrimas e do pranto.
  • Lete, deus do rio do esquecimento, de cujas águas deviam provar as sombras para esquecer sua vida passada, um rio que passa pelos campos elíseos.
  • Flegetonte, "fogo", deus do rio de fogo com seu mesmo nome, um rio que passa pelo tártaro.

Daimones ctônicos Editar

Dos daimones ctônicos, os mais conhecidos são:

  • Minos, antigo rei de Creta, nomeado principal juiz dos mortos por Hades
  • Éaco, antigo rei de Egina, tornado um dos auxiliares de Minos
  • Radamanto, outro antigo rei, designado auxiliar de Minos (segundo alguns, o nome signiicaria "Ra do Amenti", o além egípcio)
  • Caronte, o barqueiro dos mortos, que leva as sombras através do Aqueronte em troca de um óbolo
  • Cérbero, o cão de guarda do Hades, que impede a entrada dos vivos
  • Anfiarau, daimon de um oráculo subterrâneo em Oropo, Beócia
  • Aras, daimones das maldições
  • Ascálafo, jardineiro de Hades, transformado em coruja por Deméter ao revelar que Prosérpina tinha comido uma semente de romã do Hades e não mais podia voltar à superfície
  • Cacodaimones, daimones malignos que saíam do submundo para fazer o mal
  • Ceutônimo, daimon do submundo, pai de Menoetes
  • Daira, ninfa do submundo e companheira de Perséfone, ligada aos mistérios de Elêusis
  • Empusa, daimon feminino de cabelo flamejante, uma perna de cabra e outra de bronze, que fazia o papel de papão entre os gregos
  • Epiales, daimon dos pesadelos
  • Eurínomo, daimon que arranca a carne dos cadáveres, descrito com pele azul-negra e cabeça de abutre
  • "" Kayre"", daimones femininos da perdição
  • Górgira, ninfa e esposa do deus-rio Aqueronte
  • Keres, daimones femininos da morte violenta e das doenças, que arrancam as almas dos moribundos
  • Lâmias, daimones vampirescos do cortejo de Hécate
  • Lâmpades, ninfas do cortejo de Hécate
  • Melínoe, um daimon que lidera as sombras que saem para assombrar o mundo dos vivos, que tem um lado do corpo totalmente branco e o outro totalmente preto
  • Menoetes, pastor e vaqueiro do gado negro de Hades
  • Mormólice, daimon do cortejo de Hécate
  • Oniros, daimones dos sonhos
  • Orfne, ninfa do submundo, esposa de Aqueronte
  • Trofônio, dáimon do oráculo subterrâneo de Lebadéia, na Beócia

Referências Editar

  • Theoi: Underworld gods of greek mythology [1]
  • Wikipedia (em inglês): Chthonic [2]

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.