FANDOM


Fidalgo ou gentil-homem, nas sociedades monárquicas e aristocráticas da Idade Moderna, é o herdeiro de uma nobreza hereditária, em contraste com o mero nobre, que pode sê-lo por privilégio pessoal, educação ou riqueza.

Fidalguia em Portugal Editar

D. Sebastião Editar

O rei D. Sebastião quem mandou reformar o estatuto dos cavaleiros residentes na sua corte, assentes no Livro das Moradias, pelo qual recebiam moradia (dinheiro e cevada para o seu cavalo) em duas ordens de diferente importância. Nessa nova classificação que vigorou a partir do fim do século XVI, visível no Regimento da Mordomia-Mor, os fidalgos passaram a organizar-se em duas ordens ou classes:

Abaixo destes criados fidalgos seguiam-se todos os criados não fidalgos, inscritos nos livros, recebendo pelas suas funções mais humildes, como cavalariços, porteiros, etc.

D. João VI Editar

No tempo de D. João VI, oito categorias de fidalgos eram reconhecidas:

  1. Fidalgo de solar
  2. Fidalgo de linhagem
  3. Fidalgo do livro, ou seja, assentado nos livros d'El-Rei, também chamado Fidalgo filhado
  4. Fidalgo por especial mercê d'El-Rei, diferente dos assentados nos livros
  5. Fidalgo notável
  6. Fidalgo de grandes estados, ou de grandes qualidades
  7. Fidalgo principal
  8. Fidalgo de cota d'armas

Referências Editar

  • Luiz da Silva Pereira Oliveira, Privilégios da Nobreza e Fidalguia de Portugal (1804)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória