FANDOM


Leucrocota.jpg

Leucrocota em bestiário inglês do século XV

Leucrocuta.jpg

Leucrocota em Bestiary: An Illuminated Alphabet of Medieval Beasts, de Jonathan Hunt

A leucrocota (em Plínio) ou leucrota (como é às vezes referido na Idade Média) é um animal descrito pela primeira vez por Plínio, o Velho e citado por bestiários medievais.

Conforme Plínio, o Velho, a leucrocota é um animal da Etiópia (África) do tamanho de um asno, tem pescoço, cauda e peito de leão, ancas de cervo, cascos fendidos, cabeça de texugo, uma boca que se abre de orelha a orelha e um osso sólido e contínuo no lugar de dentes separados. É o mais ágil dos animais selvagens e é capaz de imitar tanto a voz humana quanto as vozes das feras.

Bestiários medievais diziam que o animal vivia na Índia e era o resultado do cruzamento do macho da hiena com uma leoa. O resto segue Plínio, exceto que a cabeça é descrita como semelhante à de um cavalo.

Veja também Editar

Crocota

Referências Editar

  • Plínio, o Velho, História Natural, livro VIII [1]
  • Medieval Bestiary: Leucrota [2]
  • Jorge Luís Borges, O Livro dos Seres Imaginários: Crocota e Leucrocota [3]

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória