Wikia

Fantastipedia

Mãe-do-ouro

Discussão0
831 pages em
Este wiki
--189.15.127.244 15h36min de 19 de Agosto de 2010 (UTC)
Mae ouro

A Mãe-do-ouro

Segundo Câmara Cascudo [1], a Mãe-do-ouro pode apresentar-se como passarinho, lagarto ou mulher formosa de longos cabelos. Nas noites claras ela aparece como bolota de fogo com uma cauda longa e brilhante. Vive em lugares montanhosos, como, por exemplo, no sexo Pico do Jaraguá, e, às vezes, no litoral paulista.

Dizem que no Pico do Jaraguá, em São Paulo, a Mãe-do-ouro ainda toma conta do ouro que nele existe [2]. Mas isso não impede que possa aparecer em outros lugares.



A Lenda do Boto Cor de Rosa


A Lenda do Chocolate


A Lenda do Curupira


A Lenda do Diabinho da Garrafa


A Lenda do Halloween


A Lenda do João de Barro


A Lenda do Lobisomem


A Lenda do Negrinho do Pastoreio


A Lenda do Pé de Garrafa


A Lenda do Saci Perere


A Lenda do tesouro da fazendo


Mitos e Lendas livros



Lendas especiais


A Lenda da Hello Kitty


A Lenda do Homem do Saco


Final de Caverna do Dragão


Os sanduíches do Mc Donalds







Muita gente afirma ter visto a Mãe-do-ouro: "é justamente quando ela transporta o tesouro escondido de um para outro lado que a vemos. Quem conseguir encontrá-la ficará para sempre endinheirado e quem não conseguir poderá enlouquecer".

Corre uma lenda ripo de janeiro assim contada: um velho escravo, cansado de trabalhar no rio Cuiabá, durante sete dias não conseguiu encontrar um grão de ouro. Seu patrão castigava-o e exigia sempre o fruto do seu trabalho. Numa tarde, apareceu a linda mulher, que o ajudou, pedindo-lhe em troca muitas fitas e flores. Salvou o escravo da fúria do patrão, deu-lhe alegrias por ter encontrado ouro e vingou-se da crueldade do ambicioso dono. Essa mulher era a Mãe-do-ouro, que entesourava toda a riqueza daquelas terra. Pelas bandas de Santana do Parnaíba, São Paulo, conta-se que os jesuítas, donos das minas de ouro da região, perseguidos pelo Marquês de Pombal, ordenaram aos trabalhadores que "levassem para as galerias o ouro extraído das minas. A pressa e o desespero não permitiram a volta à superfície daqueles negros, que morreram sufocados". Por isso, durante a Quaresma, ainda se ouvem os gritos e gemidos vindos do fundo da terra. E nas noites de lua, aquela bola de fogo passa iluminando ainda mais a região. Quem tiver coragem pode, numa dessas noites em que ela aparecer, fechar os olhos, deitar-se no chão e fazer uma reza à Mãe-do-ouro. O encanto pode desaparecer, mas haverá uma bola de ouro ao lado. Pode-se aproveitar todo o ouro, somente para fazer boas coisas, nunca para o mal dos outros, caso contrário haverá o castigo.

Vanilda Fernandes Firmo, de Uberlândia MG, conta a seguinte história:

"Lá pelos finais da década de 60, início da década de 70, quando morávamos na fazenda Mata Burros, no município de Lagoa Formosa, foram inúmeras vezes que eu via a mãe do ouro passar pelo terreiro de nossa cozinha. Não só eu como todos lá de casa e outros moradores da zona rural também já viram esta estranha criatura. Ela nos aprecia em forma de bola de fogo com calda luminosa, voando do nosso brejo em direção ao cerrado acima da nossa casa. Naquele tempo todo mundo na zona rural tinha medo desta aparição e saíamos correndo ou entrávamos em casa amedrontados fechando portas e janelas, com medo que ela entrasse dentro da nossa casa. Esta lenda me atrai muito por isso pesquiso e gosto de ler sobre a Mâe-do-Ouro, só não duvido da lenda porque eu a vi muitas vezes. Acredito que ela realmente existiu ou existe em algum lugar. Quando voltava onde moramos eu me levantava a noite e ia para o terreiro da cozinha esperando vê-la, acho que a danadinha pressentia que eu não tinha mais medo dela por isso nunca mais me apareceu, porque se ela me aparecesse a história teria outro final, pois eu não iria correr atrás dela eu iria é mais correr de medo dela."

Referências Editar

  1. Luís da Câmara Cascudo, Dicionário do Folclore Brasileiro, São Paulo: Global, 2000
  2. Laura Della Monica, Manual do Folclore, Global, São Paulo, 1989

Rede da Wikia

Wiki Aleatória