Fandom

Fantastipedia

Pé de Deus e Pé do Diabo

857 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar

Enquanto as "pegadas" redondas ou hemisféricas são atribuídas ao Demo ou alguma criatura monstruosa como o Pé-de-garrafa, marcas em pedra semelhantes a pés naturais são atribuídas a um homem santo, como São Tomé ou Sumé, ou a Deus. Na cidade de Oeiras, Piauí, há uma laje com a impressão de um pé direito e, próximo, uma pegada torta e feia. Dizem que a primeira é o pé de Deus e a outra é o pé do Diabo.

Pededeus.jpg

"Pé de Deus", em Oeiras (PI)

Pedodiabo.jpg

"Pé do Diabo", coberto por um monte de pedras

A marca do "Pé de Deus", orientada no sentido oeste-leste, está nas margens lajeadas do intermitente riacho Pouca-Vergonha, a uns 70 metros da Casa da Pólvora, secular construção de pedra. A marca é de tamanho aproximado da de um homem adulto, embora o calcanhar seja um pouco estreito. Foi feita com sulco de contorno bem regular, apresentando uma suave concavidade em sua palma. Os dedos também foram polidos em concavidade. Estas depressões foram se aprofundando progressivamente com a raspagem da rocha para amuletos por antigos e atuais beatos e curiosos. Ao seu redor, vêem-se restos de incontáveis velas que os mais crentes acendem em prece e devoção.

Ao lado do Pé de Deus, um monte de pedras bem empilhadas assinala o local exato da pegada do Diabo, uma concavidade hemisférica. Reza a tradição que um dia o demo tentou agredir Jesus, sendo, porém, derrotado. Em menosprezo ao capeta, as pessoas que visitam o local colocam uma pedra sobre a pegada do Diabo.

Com o passar do tempo, o monte cresce tanto que é necessário removê-lo, segundo nos informaram. Novamente alguém coloca a primeira pedra e progressivamente forma-se um novo amontoado sobre a pegada maldita. Assim é que raramente se pode observá-la, pois está quase sempre recoberta.

Diz uma versão que as pegadas foram feitas em tempos fabulosos, em que Jesus andava na Terra e o Demônio o perseguia implacavelmente. Havia um pé de calumbi, onde hoje está a marca venerada. O Divino, sendo acuado pelo Tinhoso, passou por baixo da planta, deixando miraculosamente moldada sua pegada no lajedo. O mesmo ocorrera ao seu tenebroso perseguidor.

Segundo outra versão, Jesus por ali passou e, como prova do quanto achara boa aquela terra habitada por uma gente de almas e corações puros, plantara, indelevelmente no rochedo, como sinal perene de sua predileção, a marca do seu pé divino. Outros acrescentam que o Diabo, invejoso das homenagens prestadas ao Pé de Deus, pôs o seu ali bem perto, para ver se também obtinha adoradores.

Referências Editar

  • Luís da Câmara Cascudo, Dicionário do Folclore Brasileiro. São Paulo: Global, 2000
  • Reinaldo Coutinho, "Milenares pegadas de Deus e o Diabo" [1]

Veja também Editar

Sumé

Pé-de-garrafa

Basajauns

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória