FANDOM


ConstantaPontos

Ponto ao pé de Fortuna, como divindade protetora de Tomis (atual Constanta, Romênia)

Na mitologia grega, Ponto (do grego Πόντος, Póntos, "alto mar", "mar navegado") era o deus primordial do mar, filho de Gaia por partenogênese, segundo a Teogonia de Hesíodo, ou filho de Éter e Gaia, segundo o pseudo-Higino.

Segundo Junito de Souza Brandão, Póntos se distingue de pélagos, "mar" por implicar o sentido de "via de acesso, de passagem, não raro difícil" e se associa a cognatos em outras línguas indoeuropeias: pánthāh (sânscrito), paθ-a (avéstico), que significam "caminho difícil, travessia", pintis (prussiano antigo), "caminho" e pons, pontis (latim), "ponte", "passarela".

Com Gaia, Ponto foi pai de Nereu, o "Velho do Mar", de Taumas, "Milagre", personificação dos perigos e mistérios do mar, de Fórcis e de sua irmã e consorte Ceto e da poderosa Euríbia, segundo a Teogonia. Ponto e Gaia também teriam gerado Egeu, segundo a Titanomaquia de Eumelos e os Telquines, lendários primeiros habitantes de Rodes, segundo Baquílides.

Com Talassa, outra divindade primordial do mar, Ponto teria gerado os peixes do mar, segundo o pseudo-Higino.

Referências Editar

  • Junito de Souza Brandão, Dicionário Mítico-Etimológico da Mitologia Grega, Vozes, Petrópolis 2000.
  • Theoi: Pontus [1]
  • Wikipedia (em inglês): Pontus (mythology) [2]

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória