FANDOM


Na Mitologia Grega, Sibilas são um grupo de personagens da mitologia greco-romana. São descritas como sendo
SibilaPalmiferaDanteGabrielRossetti

Sibila Palmifera - por Dante Gabriel Rossetti.

mulheres que possuem poderes proféticos sob inspiração de Apolo.

Rafael pintou sibilas na Capela Chigi, da igreja romana de Santa Maria della Pace cujo tema é a Ressurreição.

As Sibilas de Michelangelo [editar | editar código-fonte] Editar

Michelangelo retratou cinco sibilas, no teto da Capela Sistina.

  • Sibila de Cumas, sibila Ciméria é sacerdotisa de Apolo
  • Prisca, a sibila Eritreia
  • Dafne, a sibila Délfica
  • A sibila Líbica
  • Sambeta, sibila Pérsica

As sibilas Líbica, Ciméria e Dafne ficam de um lado, separadas pelas imagens dos profetas Daniel e Isaías. No lado oposto, separadas pelo profeta Ezequiel: Prisca e Sambeta.

As Sibilas na história:

John Collier - Priestess of Delphi

Sacerdotisa de Delfos - por John Collier.

Na Pérsia existiu uma profetisa chamada Sibilina Babilônica, e ela profetizou os feitos de Alexandre O Grande. Na Líbia, havia uma Sibila de Amon, que num templo de Amon (Zeus), que aconselhou Alexandre O Grande aquando da sua conquista do Egito. No templo de Apolo, em Delfos, também existia uma Sibila de grande poder, procurada por pessoas de todo o mundo.

Em Roma, existiu também uma Sibila Etrusca, que foi consultada por César. Existiu também um Livro Sibilino, um conjunto de oráculos provindos da Sibila de Cumas, compilado pelo Rei Tarquinio 534 a.C. - 509 a.C..

A sibila de Cumas era natural da jónia, ( Turquia), e o seu dom profético revelou-se desde o seu nascimento. A sibila de Cumas profetizava as suas revelações em versos.

A ela estão ligadas profecias de inestimável valor e surpreendente veracidade, sobre a grande mudança que sofreu o império romano, assim como sobre o nascimento de Jesus e o Cristianismo.

As sibilas praticavam as artes da adivinhação através do contacto com espíritos, fazendo-a através de diversos métodos. Alguns deles ainda hoje são conhecidos: piromancia, necromancia, leituras de pêndulos e varas, incorporação, etc

Na antiguidade, o dom da adivinhação era visto como uma capacidade divina, que alguns possuíam. Essas pessoas que tinham o dom de contactar com os espíritos, usavam diversos rituais como forma de invocar as divindades e também de receber delas as respostas ás suas questões. A mancia, é o termo Grego que exprime a capacidade de prever o futuro com recurso á comunicação com o mundo espiritual.

As Sibilas ( também conhecidas por Pitias ou Pitonisas), consultavam Apolo usando métodos de incorporação, e o seu templo principal situava-se em Delfos,; Afrodite era consultada pelas suas profetizas na ilha de Chipre, onde se situava o templo de Pafos, através de meios necromânticos, usando as entranhas e os fígados de vitimas sacrificiais; A Deusa Atena era consultada através de um oráculo de ossos e conchas; O deus Asclépio ( responsável por lendárias curas inexplicáveis milagres no campo da saúde), possuía o seu Templo em Tebas, e era consultado por incubação, ou seja, através dos sonhos.

fonte: Wikipédia

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória