FANDOM


Saladino

Salah-al-Din (Saladino), Sultão do Egito de 1174 a 1193 (figura em manuscrito árabe do século XV)

Sultão (sultan, originalmente um substantivo abstrato com o sentido de "força", "autoridade" ou "poder" em árabe) foi o título usado por governantes de grandes províncias, ou mesmo da região central do califado, que tiveram um poder praticamente independente, até supremo, mas reconheciam formalmente a supremacia do Califa.

A relação entre os últimos califas abássidas e os sultões seldjúcidas e mamelucos poderia ser comparada com a que existia entre o Imperador e o Xógum no Japão feudal.

Mais tarde, o título de sultão foi usado por governantes muçulmanos que se consideravam totalmente independentes do sultanato otomano, como o sultão do Marrocos, de Omã e dos estados muçulmanos do Sudeste Asiático e África Subsaariana. O imperador otomano, porém, era distinguido com os títulos de califa e "sultão dos sultões".

Na prática, o sultão era o equivalente a um rei no Ocidente. Entretanto, na vigência do califado, o título de "rei" (malik ou melek, em árabe) era considerado não-muçulmano e aplicado apenas a reis cristãos e pagãos.

Depois da abolição do califado, em 1924, os antigos sultões, emires e beis independentes passaram a adotar o título de "rei", implicando independência formal, inexistência de uma autoridade muçulmana politicamente superior. O primeiro a se intitular malik foi o rei da Arábia Saudita.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória